16 dezembro, 2011

Boneca Sai da Caixa se apresenta no Beco



O Beco da Rosália agradece a maravilhosa performance realizada ontem no Beco, durante o show da banda de Luara e Miltinho. Casa cheia e muita alegria como sempre

A exposição Boneca Sai da Caixa exibiu o resultado de cinco anos de montagem do estúdio no vão livre do Teatro Castro Alves, com registro das bonecas que desfilam no dia do Orgulho Gay da cidade de Salvador. A mostra foi aberta ontem, no Foyer do Espaço Xisto e fica em exposição aberta ao público até 15 de janeiro.

A exposição integra o
 Circuito Labfoto, uma série de programações culturais promovida pelo Laboratório de Fotografia da Faculdade de Comunicação da UFBA (Labfoto).



Mil beijos. Aguardamos todos vocês.

24 novembro, 2011

O Beco agradece todo o carinho pelo aniversário



Nosso Facebook bombou com tanta gente dando força.
Muito, muito obrigado. Mil beijos !!!

Renata Agapito traz o Samba Bom é em Casa

Amanhã, a cantora e compositora Renata Agapito volta ao Beco da Rosália com o Samba Bom é em CasaNeste projeto, a artista e sua banda, formada por Zega (direção musical, guitarra e violão), Susu (direção musical e percussão), Buiú (percussão), Osmar (bateria), Éder (cavaquinho), Elso (baixo), Junior Preto (percussão), passeiam pela trajetória musical do samba, passando pelo samba do Recôncavo baiano e todas as suas vertentes.A cantora traz também canções inéditas, como Chá Chá, composição de Márcio Vitor (Banda Psirico) feita especialmente para o lançamento do CD Samba Bom é em Casa, cujo show reflete as variadas possibilidades de ritmos e sons através de pratos e garrafas.

Aguardamos todos com um grande abraço e mil beijos!!!


23 novembro, 2011

Amanhã tem blues: tributo a Eric Clapton



Keko Pires, Oyama Bittencourt e Guiga Bluesrock fazem um tributo a Eric Clapton.
Só standarts e sucessos do "slow hands" para a galera.
Esperamos todos. Mil Beijos !!!!

Beco da Rosália faz 6 aninhos de vida


O Beco da Rosália agradece a preferência e todas as manifestações de soliedariedade

Parabéns pra nós e mil beijos !!!!!!!!!!!!

Reggae Night com Badaró dia 10

16 novembro, 2011

Carlos Barros canta Roberto Carlos (26)


Carlos Barros interpreta canções do "rei" Roberto Carlos, dia 26 (sábado).
Carlos Barros é um intérprete dá música popular brasileira com predileção pelas canções. Um cancionista, se assim pode-se dizer. Neste projeto, o artista canta peças da obra mais que fascinante do Rei, Roberto Carlos.

Em "Você em minha Vida", o cantor passeia pela trajetória musical de Roberto, trazendo à tona outras possibilidades interpretativas para canções que emocionam o Brasil desde os anos sessenta até os dias de hoje, além de cantar algumas composições de outros autores que se referem, de alguma maneira ao universo do Rei.

Esperamos todos. Mil beijos !!!!!!!!!!!

24 outubro, 2011

Praias limpas: coloquem o lixo onde tem que estar!...no próprio lixo

Depois de muita chuva, Belpa volta nas quintas

Renata Agapito e banda, sexta 28 de outubro

Dia 28, sexta-feira, a cantora e compositora Renata Agapito volta aos Beco com o Samba Bom é em Casa.

 Neste
projeto, a artista e sua banda, formada por Zega (Direção musical, guitarra e violão), Susu (Direção musical e percussão), Buiú (percussão), Osmar (Bateria), Éder (Cavaquinho), Elso (Baixo), Junior Preto (Percussão), passeiam pela trajetória musical do samba, passando pelo samba do Recôncavo baiano e todas as suas vertentes.

A cantora traz também canções inéditas, como Chá Chá, composição de Márcio Vitor (Banda Psirico) feita especialmente para o lançamento do CD, cujo show reflete as variadas possibilidades de ritmos e sons através de pratos e garrafas.

Na última apresentação de Renata no Beco, o cantor Magary Lord deu uma canja e encantou os becomaníacos com sua empatia e bela voz. Esperamos que a canja se repita. Magary, apareça. Vocês é nosso convidado de honra. 

Apareçam e mil beijos !!!!!

Carlos Barros e Vércia Gonçalves, 12 de novemro



Estreia do Show Duas Marés, de Carlos Barros e Vércia Gonçalvez  no Beco foi remarcada para o dia 12 de novembro,, às 19:00h. devido as fortes chuvas que caíram em Salvador na semana passada.
Será um sábado de celebração à música popular! 



Esperamos todos. Mil beijos !!!!!

20 outubro, 2011

Tempo chuvoso atrapalha programação


Eta, tempinho de chuva, ein? Com esta chuva toda caindo sobre Salvador, estamos cancelando algumas grandes atrações.
Ontem (quarta) não houve nada. Hoje, cancelamos Belpa e, amanhã está programado uma festa de aniversário para Carlos Barros com ilustríssimos convidados, entre eles, Jota Veloso.

Esperamos que São Pedro dê um tempo e faça uma linda noite. Mas, até lá....

Mil beijos e inté !!!! 

13 outubro, 2011

Em novembro, o blues volta ao Beco

Durante todo o mês de novembro, o power trio de Oyama Bittencourt, Keko Pires e Guga Bluesrock volta a tocar o melhor do blues, todas as quintas-feiras, a partir das 19:30h.

Esperamos todos, de braços abertos. Mil beijos !!!!!

04 outubro, 2011

Belpa de volta, sempre bem acompanhada

Belpa reúne a diversidade da música brasileira, clássicos da bossa nova e samba, aliados as canções de seu primeiro CD, produzido pelo músico Kiko Souza e com composições de Márcio Valverde, além de arranjos preparados por diversos músicos, como Duarte Velloso e Júnior Figueredo. 

O show de Belpa é um passeio pela versatilidade da música brasileira, tendo a cantora e bailaria como condutora… Confiram.

Mil beijos !!!!!!

09 setembro, 2011

Cinho Damatta e o melhor da MPB

Hoje, sexta, Cinho Damatta trás o que há de melhor da MPB, acompanhado de Ivan Bastos, no baixo, e Papa Mel, na Bateria. Esperamos todos de braços abertos.
Mil beijos !!!!!

05 setembro, 2011

O Beco vai bombar. Terça é dia da Gafieira do Dadá



Amanhã, terça, vai esquentar no Beco: tem Gafieira do Dadá. O melhor da música instrumental brasileira com uma seleção de músicos imperdíveis. A partir das 20h. 


Aguardamos todos de braços abertos. Mil beijos !!!!!

01 setembro, 2011

Todas as quintas de setembro "Toca Raul" no Beco



O projeto Toca Raul se apresenta todas as quintas-feiras no Beco de Rosália. Grandes sucessos e lados B do 'Maluco Beleza'  com Anderson Serravale, no baixo, Oyhama Bittencourt, na guitarra, e Papa Mel, na bateria. 

Para lembrar de "Ouro de Tolos", "Metamorfose Ambulante", "A Lei", "Al Capone", "Capim Guiné", entre muitas outras. Esperamos todos os becomaníacos de braços abertos.
Mil beijos!!!!



Este vídeo é uma homenagem a imensa e gloriosa torcida do Flamengo.

29 agosto, 2011

Carlos Barros canta Roberto Carlos sábado


Para inspirar o show de Carlos Barros neste sábado, 3 de setembro, às 20 horas, no Bêco de Rosália, Barris. o estilo de Carlos Barros está situado entre a dramaticidade e o trato poético das peças musicais , como em Maria Bethânia , a busca de uma emissão técnica e eficiente, como em Gal Costa e espectros interpretativos da figura de Caetano Veloso. 

A energia de Daniela Mercury e a precisão de Maria Rita são ícones para a continuidade da arte musical e cênica de Carlos Barros. Sua presença artística evoca a de seus ícones, sem confundir-se com estes mesmos.

Aguardo todos vcs. Mil beijos!!!

24 agosto, 2011

Amanhã tem Raul no Beco

A partir das 20h. Com Oyahma Bittencourt, Anderson Serravale e Papamel.
Mil bjs!!!!!!!!!!!

03 agosto, 2011

Gafieira do Dadá movimenta as terças

O beco geralmente não comenta fatos passados, mas realmente. Mas, rrrrrrrrrrealmente, a Gafieira do Dadá está bombando nas terças musicais do espaço. Ontem, foi um grande momento com a casa cheia.

Os comandados de Dadá (Kiko Souza, Papa Mel, Marquinhos Marinho, Zé Palito,  Belpa, com as ilustres presenças de Luiz Gutierrez e João Teoria entre outros) fizeram um grande show e estão transformando as noites de terça-feira um dos dias mais concorridos do Beco.

Esperamos sua visita na próxima rodada de braços abertos. Mil Beijos !!!!

14 julho, 2011

Sambas, bossas e maluquices do beleza


Progamação do Beco
Na sexta-feira (15), Marquinho Marinho e Duda Veloso apresentam um instrumental com choro, samba, frevo e o escambau. Dois virtuoses das cordas: Marquinho no violão e Duda no bandolim.

Sábado, Samba quem Bossa com Ana de Anis (voz), Robervan Hohenfeld (violão de sete cordas), Marcos Faya (bandolin) e Ray Margel (percussão). O grupo possui um trabalho de pesquisa sobre o ritmo brasileiro, e seus integrantes interpretam sambas de todas as épocas, além de choros e bossas.

Na próxima quarta (20), e forró de primeira com Anderson Serravale no comando.

Quinta, uma grande homenagem ao maluco beleza Raul Seixas, com Oyhama Bittencourt , Anderson Serravale e Papamel. Todos os sucessos de Raul.

Sexta (22), Cicinho da Mata com Ivan Bastos e Papamel apresentam MPB e outras bossas.

Sábado, tem Vércia Gonçalves e grupo mostrando sambas, MPB e bossas.

Estamos esperando de braços abertos. Mil beijos !!!!!!!!!!

13 julho, 2011

Samba quem Bossa sábado no Beco


O Samba Quem Bossa apresenta-se 16, sábado, no Beco da Rosália. O grupo possui um trabalho de pesquisa sobre o ritmo brasileiro, e seus integrantes interpretam sambas de todas as épocas, além de choros e bossas.

No show, ocorre um passeio musical, desde o Recôncavo Baiano, berço do samba, passando pelas vilas paulistanas e morros cariocas, cantando Noel Rosa, Cartola, Adoniram Barbosa, Tom Jobim, Chico Buarque, Ataulfo Alves, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, além de representantes da terra, como Roque Ferreira e Roberto Mendes.


Os integrantes do Samba Quem Bossa são Ana de Anis (voz), Robervan Hohenfeld (violão de sete cordas), Marcos Faya (bandolin) e Ray Margel (percussão), que trazem releituras dessa manifestação cultural e musical, símbolo da alma brasileira e baiana.

07 julho, 2011

Grupo D'Dendê traz samba para o Beco, no sábado


No Beco da Rosália cabem todas as tribos, todas as música. Para reafirmar o ecletismo do espaço, o Grupo D´Dendê se apresenta neste sábado (9), a partir das 20h, mostrando sambas e sambas-de-roda no projeto Atemporal..

Para quem gosta de samba, o Grupo D´Dendê está de volta com um show especial que vem trazendo sambas de diversos estilos e épocas para o Beco.

O repertório é composto por diferentes estilos de samba, como o samba-canção, samba-de-roda, samba-enredo e o partido-alto.

O grupo se apresenta com os cantores Kátia Leoni, Mariana Bittencourt e Omar Leoni, juntos para espalhar músicas que retratam a Bahia, sua gente e seus costumes, especialmente através do samba. O grupo possui direção musical de Fábio Sacramento e neste show contará com a participação especial do percussionista Gil Ferreira.

No Beco tem samba, tem rock, tem blues, tem instrumental, tem forró e muito mais. Só não gente desanimada nem cerveja quente. Esperamos vocês de braços abertos no espaço totalmente revitalizado. Mil beijos !!!!

15 junho, 2011

Blues na quinta e música instrumental na sexta


Nesta quinta-feira, tem blues com a banda de Keko Pires, Oyama Bittencourt e Guiga BluesRock. Vai rolar de Eric Clapton a Stevie Ray Vaughan e outros feras do estilo.

Na sexta, o melhor da música instrumental com Duda Velloso, no bandolim, Marquinhos Marinho, no violão, e Papamel na bateria. Grandes chorinhos, muita MPB e sucessos do frevo para deixar a noite com gosto de quero mais.


Esperamos todos de braços abertos. Mil beijos !!!!!!

14 junho, 2011

Grande Arraiá do Beco no sábado, a partir das 16h

O Beco da Rosália tá lindo! A reforma terminou e um novo projeto paisagístico foi implantado, deixando o espaço externo completamente renovado e mais aconchegante.

Esperamos todos os becomaníacos para o Grande Arraiá do Beco 2011, que acontece no próximo sábado (18), a partir das 16h. 
Várias bandas de forró e muitas brincadeiras estão programadas para a animação não parar. Teremos comidas típicas e decoração junina.

Com o mesmo carinho que sempre dispensamos aos nossos clientes e muitas novidades, o Beco se renova para melhor atender. Mil beijos !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

23 maio, 2011

Reforma no Beco para melhor atender

A reforma que o Shopping Colonial está implementando vai fazer com que o Beco de Rosália melhore ainda mais o atendimento e conforto de seus clientes.

Esperamos sua compreensão e paciência, pois em breve tudo estará terminado. Está prometido para quarta-feira o término das obras que vão melhorar o sistema de saneamento e acessibilidade do nosso espaço.


Muitas novidades estão para vir, que vão revolucionar o espaço do Beco. Estamos amarrando uma programação superespecial para a nova temporada. Aguardamos todos vocês. Mil beijos!!!!

05 maio, 2011

Veja e experimente: é de dar água na boca


SUSHIXE
Sushi recheado com pikles de maxixe, salmão grelhado,
bacalhau desfiado com maionese e creme cheese.

Este prato concorre no Comida di Buteco deste ano. Venha saborear e dê sua nota.
Mil beijos!!!

Dica do Beco: "Não Moro Mais em Mim"

O Projeto “Não Moro Mais em Mim” é uma homenagem de alguns hermanos latinos à Adriana Calcanhoto. Eles regravaram algumas de suas canções mais famosas e o resultado foram versões bem elaboradas. Sem contar no hotsite criado para o projeto: uma direção de arte impecável. E no final dá pra fazer o download de todas as músicas de graça. Clique no endereço abaixo pra ver e baixar. 

http://www.naomoromais.com/

1- Inverso (hot and cold mix) – Zeep
2- Cantada – Cineplexx
3- Escuadras – Franny Glass
4- Cariocas – los Mil Jinetes
5- Vambora = Entre Rios
6- Sudoeste – Balún
7- Mitad – Jóvenes y Sexys
8- Unos Versos – Coiffeur
9- Mentiras – MIMA
10- Segundos – Lido Pimienta

Blues no Beco com o power trio Água Suja


O Beco da Rosália abre um leque para novos ritmos e torna a agenda mais eclética.
Quarta-feira (11), a banda soteropolitana Água Suja faz uma noite dedicada ao blues. O grupo é formado pelo baixista e diretor musical Jerry Marlon, pelo guitarrista Oyama Bittencourt e pelo baterista norte-americano Brian Knave.

Sempre atuante no seguimento blues, rock, R&B e soul, Jerry já passou por diversos trabalhos expressivos e significativos no cenário musical baiano, bem como naciona a exemplo do bluesman Álvaro Assmar, Lia Chaves, Beto Marques, Aline Cunha, Talkin'Blues, Quartier Blues Band, Martha Cirne, Diana Marinho, Mário Dannemann e  André Cristóvam (SP).

Oyama é outra figurinha carimbada da cena blues/rock de Salvador e já tocou com todas as feras do blues/rock, como Álvaro Assmar. É parceiro de longa data de Jerry.

Brian nasceu em Johnson City, Tennessee, mas viveu metade da vida na Califórnia. Veio parar em Salvador para estudar e se aprofundar nos ritmos do Brasil, especialmente do Candomblé. Casou com uma brasileira e passou a morar aqui. “Ainda estou estudando e aprendendo”, costuma dizer. Brian já tocou com Zeu Brito e Tom Zé

O repertório vai do blues tradicional, passando belo R&B, soul music, country, chegando até o bom e velho rock’n’roll.
Esperamos todos. Mil beijos!!!!!!!!!!!!!!!

28 abril, 2011

Amanhã tem Papamel e convidados


O baterista Papamel chama convidados ilustres para tocar no Beco nesta sexta. Cinho da Mata no violão e voz, Ivan Bastos no baixo e Kiko Souza no sax e flauta. É música de promeira só com feras nos instrumentais.

A partir das 19:30h. Todos os becomaníacos estão convidados. E os que não são também. Mil beijos!!!!!!!!!!!!

27 abril, 2011

Domingo tem Belpa no Beco


No próximo domingo, Belpa volta a cantar no Beco da Rosália.
A cantora estará acompanhada pelo super violonista Duarte Velloso e promete um repertório bem especial. Todos os becomaníacos estão convidados. Mil beijos!!!!

19 abril, 2011

Rei Roberto Carlos faz 70 aninhos

Roberto e Bethânia: Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 1981

Pode não ser um período dos mais felizes para Roberto Carlos — que, no último final de semana, perdeu a enteada Ana Paula e lembrou a morte da mãe, Laura, ocorrida há um ano. Mas o cantor mais popular do Brasil vive um momento especial hoje: é seu 70º aniversário. A data seria celebrada com um espetáculo em Vitória (ES), agora transferido para o dia 4 de junho.

Nas últimas cinco décadas, Roberto Carlos conquistou o apelido de Rei, graças a uma obra de mais de 50 discos e uma coleção de canções incrustadas no imaginário dos brasileiros — Detalhes, Jesus Cristo e Emoções, por exemplo.

O beco da Rosália presta sua homenagem ao eterno rei. Feliz aniversário e muitos anos de vida! Mil beijos!!!!!!!!!!!!!

18 abril, 2011

Carlos Barros: a Bahia na Bélgica


Marlon Marcos jornalista e antropólogo
 
Uma voz orquestrada, a favor do exercício musical, pode fazer desenhos que revelam inteira uma cultura, apresentando, explicando, reformulando, interagindo ou, simplesmente, fazendo com que o outro frua e se divirta com a evolução cênica e sonora de um show em movimento. Foi assim. Carlos Barros e a sua impecável Banda do Céu ocuparam elegantes salas em Bruxelas e Liège, na Bélgica, para contar a belgas, e a outras nacionalidades em trânsito naquele país, o que a Bahia tem em poesia e inventividade.

Num total de seis apresentações, sendo cinco em Bruxelas, e uma em Liège, a Música Popular Brasileira entre os dias 17 e 27 de março, singrou a cultura belga dialogando com esta, em inglês, francês, português e iorubá, através do canto afinado doce representacional do baiano Carlos Barros. Remetendo-se aos nossos monstros sagrados, Gilberto Gil ( este foi louvado em todas as apresentações), Dorival Caymmi, Maria Bethânia, Caetano Veloso, Daniela Mercury e Gal Costa ( sempre homenageada com a canção Trilhos urbanos, de Caetano), somando-se aos ricos e inventivos arranjos da Banda do Céu, os nossos meninos perfilaram a beleza e os acertos que nós baianos temos ( e oferecemos) quando a questão é arte e entretenimento.
 
Carlos Barros é um jovem cantor, produtor e intelectual que pesquisa a nossa música; lançou há dois anos o belo CD Cantiga Vem do Céu, com um repertório arejado, inédito e reverente ao melhor da música popular. É bem acompanhado pela Banda do Céu, formada pelo baixo de Alex Medrado, da guitarra e violões de Pedro Ivo Araújo, dos teclados de João Carlos Campos e da iluminada bateria de Marcus Lima.
 
Cantor e banda viajaram a convite da cantora e produtora portuguesa Cristina Rosal ( radicada há 20 anos na Bélgica) através de sua empresa de produções artísticas D’arte, para as apresentações que aqueceram o frio de início de Primavera na Europa, e puseram platéias inteiras para dançar de Aquela do Brasil a Sonho meu, festejando a vida naquele jeito que sempre incrementamos quando chega fevereiro.
 
De fato, às vezes, só de longe para se ter uma real dimensão da grandeza do que a Bahia e o Brasil produziram, e graças aos orixás, ainda produzem em termos de música. De lá, entre belgas franceses portugueses alemães brasileiros, sentindo frio e saudade do sol, a voz expressiva de Carlos Barros nos colocava no centro profundo do nosso orgulho de ser baiano e de pertencer a esta musicalidade.
 
As duas apresentações no The Music Village expressaram e confirmaram o talento e a habilidade dos músicos em evidência. A sala é um sítio, como dizem os portugueses, dedicado a receber artistas do jazz mundial e de apresentar aos belgas amantes da boa música, o que de melhor circula pelo mundo. A platéia ficou embevecida com a execução de Trilhos urbanos, O mundo é um moinho, Modinha para Gabriela, London London, Touche pas à mon pote, Jack soul, Língua, entre as consagradas; vibrando também com as inéditas Chumbo, um sambinha delicioso do baiano Harlei Eduardo e Brisa Morena, de Marcus Lima, entre outras.
 
As outras salas: o Bouche- à- Oreille, o Restaurant Cravo e Canela, em Bruxelas; em Liège, a belíssima La Mi Lune. Em todas, a receptividade foi tradutora do talento dos artistas e do desenho cultural da Bahia e do Brasil feito de música, poesia e dramaticidade. O Cravo e Canela é um restaurante de brasileiras que vivem em Bruxelas; foi lá a última apresentação do show internacional Cantiga Vem do Céu, e a festa foi arrebatadora como só são as festas promovidas pelos brasileiros. A Bahia em especial.
 
Intimamente, minha cabeça ficou a imaginar meu sonho feliz de cidade: a voz de Caetano Veloso no meu ouvido; o show Solar, de Cláudia Cunha; a imensidão da voz de Stella Maris; a maestria de Tiganá Santana; a lindeza de Juliana Ribeiro... Ah! A poesia da Bahia.
 
E a possibilidade de ver Maria Bethânia recitando os nomes que dão sentido a minha vida e que podem educar este país. A poesia sendo discutida, agora, por conta do dinheiro quando não há preço; que belo e honesto projeto “O mundo precisa de poesia”.

13 abril, 2011

Vem aí a 4ª edição do Comida di Buteco


No dia 15 de abril ,sexta-feira, será dada a largada ao projeto Comida di Buteco nas 15 cidades participantes simultaneamente. Este ano, em Salvador, todos os pratos concorrentes levam maxixe, um acompanhamento bem nordestino.

O Beco de Rosália mais uma vez participa do concurso com um prato especial: o Sushixe (sushi recheado com picles de maxixe, salmão grelhado com maionese e cream cheese). E o preço é baratinho: R$ 14,90.

O concurso premia diversas categorias que vão do tira-gosto à temperatura da bebida e à apresentação do tira-gosto.

O Comida di Buteco elegerá, entre todos os botecos participantes do concurso, os cinco que obtiverem as melhores médias na avaliação dos seguintes requisitos: 1º - melhor tira-gosto, 2º - melhor atendimento, 3º - melhor higiene do local e 4º - melhor temperatura da bebida.
A primeira edição aconteceu em 2000), em Belo Horizonte, com apenas 10 botecos participantes. O resultado foi melhor que o esperado, com sucesso de público e crítica. Nos anos seguintes, o Comida di Buteco só cresceu, se tornando uma empresa independente.

A cada ano, mais e mais pessoas se envolviam no concurso, transformando o Comida di Buteco em referência nacional. Em 2008, o concurso entrou no conceituado Guia 4 Rodas (Editora Abril) e passou a ser realizado em diversas cidades do interior de Minas Gerais e em outros estados. Neste ano também, dois novos sócios se uniram ao projeto com a missão de expandir o conceito a outras praças. 

Os números atuais do Comida di Buteco impressionam, o evento está presente em 11 cidades e, só em Belo Horizonte, o público participante é estimado em cerca de 800 mil pessoas por edição, com mais de 160 mil votos nos pratos participantes (Vox Populi / 2010).

Esperamos todos para experimentar nosso prato e dar sua nota. Este ano, queremos ganhar. Mil beijos!!!!!

07 abril, 2011

Sábado tem Prosa de Viola


Sábado (9), o DuoSense cancelou show e então vai ter Prosa de Viola no Beco da Rosália.

Prosa de Viola, um bate-papo musical entre Mário Augusto (foto), voz e violão, e Hélder Guito, percussão.

Cada um com a sua influência e vivência sonora traz "o fino da música" para as pessoas que frequentam o Beco, canções que praticamente só são ouvidas no Prosa de Viola, mantendo assim viva a cultura da boa música nos bares de Salvador.

É música da boa. Esperamos vocês. Mil beijos!!!!!

05 abril, 2011

Abril no Beco começa quente e dançante


Na quarta-feira (6), tem a banda de salsa e ritmos caribenhos Salsabor, sob a batuta de Luiz Gutierrez e João Teoria. Noite para dançar e escutar música instrumental de qualidade.
 
Na quinta (7), tem a dupla Beleza, violão e voz, e Marquinhos Faya, no bandolim. Músicos já conhecidos da galera do Beco dispensam apresentações.

Na sexta (8), Belpa canta acompanhada de Duarte Velloso no violão. Ela apresenta as canções do seu primeiro CD, produzido por Kiko Souza e com composições de Márcio Valverde, além de arranjos preparados por diversos músicos, como Duarte Velloso e Júnior Figueredo. As 11 faixas, de acordo com Belpa, refletem sua própria vida e, juntas, são como uma colcha de fuxico, com diversos segmentos, e com a essencial participação dos instrumentistas que a ajudaram nesse importante passo na carreira. Músicas do CD recém-lançado e pérolas da MPB e internacional.

No sábado (9), o grupo Duosense mostra seu instrumental de qualidade. O grupo tem como líderes os músicos Júlio Gomes e Sérgio Bahia. A proposta do DuoSense é mesclar composições próprias e improvisar o repertório com o que há de mais valioso na sonoridade brasileira. De Carlos Santana a Baden Powell, o que há de melhor no violão instrumental.

Uma semana pra lá de boa, espera sua presença. Mil beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!

04 abril, 2011

Carlos Barros e o violão de Pedro Ivo Araújo


A voz de Carlos Barros e o violão de Pedro Ivo Araújo abrem o Projeto Comida di Buteco 2011 do Beco da Rosália, dia 15 de abril, sexta-feira.

Neste ano, o evento acontece entre 15 de abril e 15 de maio.  A data será a mesma em Belo Horizonte e em outras14 cidades do Brasil.
 A convergência faz parte do plano ambicioso do gourmet, inventor do Comida di Buteco, agitador gastronômico (se é que isso existe) Eduardo Maya, que prentende em 2013 levar o evento simultaneamente para todas as cidades-sede da Copa do Mundo, para que em 2014 o Comida di Buteco aconteça durante a Copa do Mundo em todas as cidades-sede.

Na quinta, dia 7, tem Marquinhos Faya, bandolim, e Beleza, violão e voz. Dupla já conhecida e muito querida da galera do Beco.

Esperamos todos vocês. Mil beijos!!!

01 abril, 2011

Mariana Bittencourt canta de novo no Beco


Amanhã, sábado, o Beco apresenta novamente a cantora Mariana Bittencourt com o show Transitória.

Nascida em Nova Soure, cresceu sob a influência da música das bandas de pífano, do reisado e da música executada nas praças pela filarmônica local. Despertado interesse pela musica, inicia seus primeiros estudos musicais na Sociedade Filarmônica 8 de Dezembro.

Já na cidade de Salvador, passa a estudar canto na Escola Baiana de Canto Popular sob a coordenação da professora Ana Paula Albuquerque.

Tendo se apresentado ao lado de grandes nomes da cena musical baiana como: Gabi Guedes, Marcus Sampaio, Mateus Aleluia, Raiala Conceição etc., com algumas participações no cenário do rock baiano, com a Acord.

Aos 22 anos lança seu primeiro show solo, Transitória, no Festival de Arte e Cultura do DCE da Ufba, com a proposta de fazer uma releitura de alguns clássicos da MPB. A cantora também compõe o quadro musical do grupo de samba D'Dendê. Finalizando o curso de Ciências Sociais, concentra sua pesquisa na área de Sociologia da Música Baiana. Desta forma permanece na intenção de buscar a transitoriedade que a música popular brasileira lhe possibilita, crescendo e transmutando o seu repertório e seu aprendizado musical.

29 março, 2011

Unidade latina por Adriana Calcanhoto

Franny Glass: o uruguaio é um dos destaques do disco

No formato, na atitude e no conteúdo, o álbum Não Moro Mais em Mim é algo inusitado. Com o subtítulo 10 Canciones (de Adriana Calcanhotto) Que Mis Hermanos Oyen, o disco reúne bandas contemporâneas da cena alternativa da Argentina, Uruguai, Chile, Venezuela, Colômbia e Porto Rico e uma brasileira que vive em Londres - todos reinterpretando canções da compositora brasileira. Alguns deles saíram dos países de origem, absorvendo influências europeias e norte-americanas.
O disco não será colocado à venda: vai estar disponível para download grátis a partir desta semana no website www.naomoromais.com. Em formato físico, sai apenas em vinil, com 500 cópias, que serão distribuídas, também gratuitamente, em eventos do projeto Si No Puedo Bailar, no Es Mi Revolución, na Locomotiva Discos, em promoções no Twitter e no Facebook e via correio, mediante pagamento da postagem.
"O vinil é de graça mesmo, a pessoa só precisará demonstrar interesse "real" para tê-lo", diz Rodrigo Maceira, que produziu o disco, traduziu algumas letras, escolheu o elenco e, com o Si no Puedo Bailar, é responsável pela circulação no Brasil de artistas latino-americanos, como o uruguaio Franny Glass (ou Gonzalo Deniz), que se apresentou em 2010 no Sesc Pompeia, que está nesse disco e volta para o show de lançamento, ainda sem data e local definidos.
O que eles ganham com isso? "Muita coisa, mas não dinheiro. Amigos, movimento e realização", diz Maceira. "O projeto surgiu como mais um passo para a construção de uma rede entre novos artistas latino-americanos. Com ideias boas, acredito, poderemos levar adiante produções (shows, por exemplo) que ajudarão a equilibrar as contas. Hoje, o objetivo é mesmo realizar."
Filho de pai espanhol, amigo de vários artistas da atual cena latino-americana, fã de Adriana Calcanhotto, Maceira juntou as pontas com o aval da compositora e seu empresário Leonardo Netto. "Vejo alguns pontos em comum entre os dois lados: o jeito cult da Adriana, letras de um "romantismo inteligente", melancolia e, no geral, uma visão charmosa da cultura pop." Além da afinidade com a música de Adriana, esses artistas foram selecionados pelo bom material que produziram anteriormente.
"Vi um show da Adriana no Auditório Ibirapuera e saí de lá com a ideia do disco. Sou muito, muito fã e tinha a impressão de que as músicas dela agradariam aos artistas latino-americanos", diz o produtor. "Estava procurando um projeto bom, interessante, para dar o próximo passo com o Si No Puedo Bailar. Escrevi ao Leonardo e comentei sobre a possibilidade de fazer o disco. Logo em seguida, ele respondeu e disse que faria a ponte com a Adriana. Dias depois, veio um sim - e a gente agradeceu."
A autorização da compositora foi um grande estímulo, por isso Maceira diz que fez questão de corresponder à altura, não só na parte sonora, mas na embalagem. "Um projeto especial merecia um formato especial também." A opção pelo álbum de vinil com capa dupla criada por Gustavo Gialuca, "ajuda a deixar tudo muito mais bonito". "As pessoas veem o trabalho do Gus e ficam encantadas com a arte."
Adriana foi a autora escolhida para esse projeto porque "consegue ser pop e cult, consegue estar numa novela e colaborar com Domenico e Kassin (que tem trânsito notório entre independentes), consegue ser piegas e inteligente; falar de muita coisa, falando fácil", diz o produtor. "Adriana adiantou muito da música de agora, acho. Não exatamente como música, mas como projeto, como entendimento. Adriana abriu espaço para Tulipa, Cérebro Eletrônico, Lulina, Flávia Muniz e outros nomes que têm sido muito comentados recentemente."
Aproximação. Reunindo formações instrumentais, origens e estilos distintos, o álbum tem unidade, com um certo traço de melancolia em comum no formato folk com texturas eletrônicas. As canções, na maioria, soam diferentes das gravações originais. Algumas até melhores, caso de Cariocas, aqui interpretada pela dupla chilena Los Mil Jinetes.

Entre as faixas mais interessantes estão Cantata (Después de Estar con Vos), pelo argentino Cineplexx (Sebastián Litmanovich), Unos Versos, com o também argentino Coiffeur, Escuadras, com o uruguaio Franny Glass, e Segundos, com a colombiana radicada no Canadá Lido Pimienta. A banda colombiana Jóvenes y Sexys, que também foi trazida a São Paulo por Maceira, ficou com Mitad e Entre Ríos, com Vambora, esta mais próxima do original.
A brasileira Nina Miranda, que formou o Zeep com Chris Franck em Londres, abre o disco cantando Inverno em português. No lado B, meio em portunhol, a porto-riquenha Mima (Yarimir Caban) interpreta Mentiras, com acompanhamento de harpa. Sudoeste, com a dupla porto-riquenha Balún, que vive no Brooklyn, em Nova York, tem o diferencial do charango, mas o belo arranjo remete à melancolia etérea de Angelo Badalamenti, o autor das trilhas sonoras dos filmes de David Lynch.
Além do bom resultado em si, o outro mérito do disco é aproximar o Brasil da música contemporânea latino-americana, que se espalha por outros continentes, mas chega tão pouco por aqui.

17 março, 2011

Grill da Rosália, agora a partir das 11h30

Acabou o Carnaval, o jeito é botar a mão na massa (literalmente) e o Beco da Rosália inaugura o horário de almoço executivo com o Grill da Rosália. Tudo preparado com o carinho e a dedicação que todos já conhecem, e sempre com o sorriso de Conceição agora pilotando os fogões.
 
Grelhados com quatro acompanhamentos: Filé Mignon e Filé de Frango (R$ 13,90), Prato do Dia da Conceição (R$ 12,90) e Meio Mignon ou Frango com dois acompanhamentos (R$ 8,90). Além dos grelhados teremos uma opção surpresa todos os dias!
 
Os acompanhamentos são feijão tropeiro ou de caldo, arroz ou macarrão ao molho sugo, purê de batata ou batata palha e salada crua ou cozida. Para delivery, fornecemos quentinhas.

Venham experimentar. O ambiente é tranqüilo e o estacionamento fácil. Estamos esperando. Mil Beijos!!!

Todas as quintas de abril tem Beleza e Marcos Faya



Nas quintas-feiras de abril, sempre a partir das 20h, a dupla Beleza (voz e violão) e Marcos Faya (bandolim e guitarra baiana) vão apresentar muito samba, pop, frevo, baião e clássicos da MPB para a clientela do Beco. O show M&B Dueto já é conhecido dos becomaníacos, mas sempre apresenta novidades e canjas surpresas que fazem a musicalidade da dupla ter sempre um novo sabor. Vale a pena conferir. Mil beijos!!!

01 março, 2011

O seu Posto de Abastecimento no Carnaval

O Beco da Rosália vai montar um Posto de Abastecimento no Carnaval deste ano: boa comida com ótimo preço, a partir das 14h, de quinta a quarta, durante toda a folia.

Os pratos carros-chefes serão Filet ou Peito de Frango Grelhados, acompanhados de arroz, feijão tropeiro, salpicão e purê de batata ou aipim. E não vai faltar a tradicional Feijoada “Levanta Tudo”: uma feijoada carioca completa, que você pode degustar acompanhado de uma cervejinha bem gelada.

À noite, nossos serviços continuam o de sempre, com as pizzas caseiras e outras comidinhas mais. As atrações musicais serão boas surpresas para os clientes da casa, mas com certeza o astral vai estar sempre alto. Esperamos vocês !! Mil beijos!!

28 fevereiro, 2011

DuoSense sábado traz boa musica instrumental


O grupo que tem como líderes os músicos Júlio Gomes e Sérgio Bahia apresentaram show sábado no Beco. A proposta do DuoSense é mesclar composições próprias e improvisar o repertório com o que há de mais valioso na sonoridade brasileira. De Carlos Santana a Baden Powell, o que há de melhor no violão instrumental. Casa cheia, noite bonita e gente esperta. Tudo combinando. Mil beijos !!!!!!!!

25 fevereiro, 2011

Nesta sexta, tem Marquinhos Marinho e Papamel

O Beco da Rosália tem orgulho em apresentar o violonista Marcos Marinho que vai fazer um show instrumental acompanhado de Papamel na bateria, hoje, a partir das 19h30. Dois músicos de talento reconhecido da noite de Salvador tocarão músicas da MPB em estilo jam session. Não percam! Mil beijos, galera.


23 fevereiro, 2011

Reduto viaja e Joel Souza faz desfile e mostra

Em tempo de pré-Carnaval, quem é sucesso tem agenda cheia. E o Reduto do Samba vai confirmar uma data para depois da folia. O Beco vai acertar uma ressacada com os bambas e só divulga depois de acertado.
Mas tem novidades na área para a próxima sexta. O estilista e designer baiano Joel Souza faz (foto, ao lado) mostra e desfiles de suas criações.
O trabalho de Joel Souza é artesanal e o material é todo composto de objetos recicláveis como lacre e fundos de latinhas de cerveja e de guaraná, boca e fundo de garrafa PET, que são transformados esplendorosamente em roupas e bijuterias, trabalhos apresentados em desfiles das passarelas baianas, de outros estados e no exterior.
O trabalho de Joel já foi apreciado e usado por artistas como Mariene de Castro, que recebeu o Prêmio TIM de música de 2005 com uma roupa sua. Gilmelândia, Nara Costa, Márcia Short, Dino Brasil, o ator Luiz Mirada e o grupo Vixe Mainha, CIA João de Barros, orquestra popular do Pelourinho são outros artistas consagrados que já aprovaram a arte de Joel.

O lixo ganha uma nova e bela destinação. Joel hoje trabalha com eventos – desfiles, exposições e, comercializa suas roupas, acessórios e cortinas por todo o país.

Espero que todos gostem, pois vai ser uma noite inesquecível. Mil beijos!!!!!

15 fevereiro, 2011

Reduto do Samba faz Pré-Carnaval no Beco


No domingo, 27 de fevereiro, o Reduto do Samba vai sacudir o Beco da Rosália com muito samba e alegria. Afinal, o Carnaval já está aí. Todos são convidados para curtir os bambas do Reduto.

O Reduto do Samba foi fundado em 2003, um ano após o surgimento do bloco com mesmo nome, e o bairro do Tororó (Salvador) foi o cenário escolhido para esta união. Vale lembrar que este bairro, tradicional reduto de sambistas baianos, até a década de 70 abrigava as principais Escolas de Samba da Bahia e ainda hoje abriga muitos grupos de samba.
Liderada por Lázaro Bigode(Voz e Tamborim), a banda também é composta por:  Sidney Pita(tantã e vocal),  Romã(banjo e vocal), Marinho(violão e vocal), Lazinho(violão de 7 cordas), Soney(surdo), Messias e Adailton(percussão), André da Cuíca (pandeiro), Fernando(baixo), Vitor(bateria) e Augusto(cavaquinho).  Cantam músicas próprias ou interpretam composições que marcaram a historia do samba.

Nas suas apresentações realizam uma viagem musical desde o "Partido Alto" até a quebradeira mais gostosa do "Samba de Roda" da Bahia.
Desde 2004, a bandase  apresenta no Carnaval de Salvador no Circuito Osmar (Avenida 7 de setembro), todas as  sextas-feiras, dividindo o trajeto com o grupo Fundo de Quintal.
Mil beijos e abraços!

25 janeiro, 2011

Exposição de Sandro Abade Pimentel

Mais um apoio cultural do Beco da Rosália. O artista Sandro Abade Pimentael realiza a mostra "Um Copo de Mar com Beijos para Yemanjá" neste sábado, no seu ateliê, que fica na Rua Areal de Baixo, nº 1A, no Largo 2 de Julho.
O Beco da Rosália está apoiando o evento,que terá uma comidinha especial de Conceição para os presentes. O evento acontece das 12 às 23h e tem curadoria de Edward MacRae e produção da Janete Catarino, com participação de Yemanja Lumas. Mais informações pelo e-mail abadepimentel@gmail.com. Todos os clientes do Beco estão convidados.

12 janeiro, 2011

Dica do Beco: gravação do DVD de Carlos Barros


Evento conta com a participação dos cantores Jota Veloso e Márcia Short, (21 de janeiro) e Cláudia Cunha e Déia Ribeiro (28 de janeiro).
Carlos Barros e Banda do Céu convidam o público de Salvador para a gravação do seu primeiro DVD, Cantiga Vem do Céu, nos dias 21 e 28 de janeiro no Teatro SESI-Rio Vermelho. O show contará com a participação de Jota Veloso e Márcia Short e das cantoras Cláudia Cunha e Déia Ribeiro.
O DVD é resultado do disco Cantiga Vem do Céu, com shows já apresentados em Salvador, Minas Gerais (Pouso Alegre), São Paulo e Rio de Janeiro. O CD, lançado em Salvador em 2009, foi construído a partir de uma pesquisa musical do artista em mais de 12 anos de carreira no cenário alternativo de Salvador e tem parceria entre Carlos Barros e a Banda do Céu, que é composta pelos músicos Alex Medrado, João Carlos Campos, Marcus Lima e Pedro Ivo Araújo.
A gravação do DVD vai contar com momentos singulares, como a interpretação da canção Abiã, uma composição de Jota Velloso e Ulisses Castro, e de Ororo, composição de Harlei Eduardo, que contará com a participação da cantora Márcia Short.
Em Salvador, o show já percorreu espaços como o Tropical Hotel da Bahia, a Casa da Mãe, o Tom do Sabor, a Fundação Pedro Calmon, o Beco da Rosália, entre outros. Carlos Barros explica que uma das propostas do trabalho é mesclar referências culturais do Brasil, em apresentações que trazem também suas influências literárias.
“O cantiga Vem do Céu é um projeto estético que amarra diversos momentos de minha vida artística e também celebra meus 10 anos de presença no cenário musical alternativo de Salvador”, afirma Barros.